Cambios cognitivos VIH e SIDA

A Perda Neuro-cognitiva E O Envelhecimento Com o HIV.

Sim, sim, este é o grande mistério: Como funciona o cérebro?

Podemos ir muito longe comparando a computação com o funcionamento do cérebro, mas….

O máximo em termos de computação podemos fazer é o que já sabemos:

Por eras e evos insondáveis, esta tecnologia, a De Deus nunca poderá ser compreendida nem mesmo por “seus usuários”.

Alterações Cognitivas Na Infecção Pelo VIH em pessoas com mais de 50 anos. Em meados da década de 90, do século XX, surgiu a terapia combinada, batizada inicialmente de terapia Tríplice, e, depois, ela se tornou uma sigla visceralmente impronunciável.

O Coquetel

E "Great Media" co seu amor ao programa converteuse en co.que.tel.

Este amor ao espectáculo que os "grandes medios de comunicación" farían un fermoso texto longo e revoltoso que neste momento me abstendo de disertar.

Perda Neuro-cognitiva

A Perda Neuro-cognitiva pode ser evitada, ou minorizada. Está, de alguma forma, em nossas mãos
A cuestión da perda cognitiva, enfrontada ao éxito da terapia combinada, que deu ás persoas o que nunca sucedera antes:

A posibilidade de envellecer ...

E eu sou um desses que envelheceu assim como Mara, Beto Volpe e muitas outras pessoas, que eu não tenho certeza de poder mencionar. O fato é que a perda cognitiva existe acontece e é algo comprovado!

Raciocínio Linear Não É Tudo!

Apesar deste aparelho de raciocínio bastante linear, a base disso é profundo esforço de concentração, e eu adiciono que, por conta da neuropatia periférica que, curiosamente, evoluiu mais rápido em meus braços e mãos do que o que normalmente ocorreria que é a evolução rápida e progressiva da neuropatia periférica nas pernas.

Apesar de algumas perdas, estou no Lucro

Honestamente eu não sei se eu estou no lucro ou prejuízo mas acredito que estou no lucro, posso andar, e mesmo que apenas com os indicadores, eu posso digitar, embora não da forma como eu gostaria de o fazer, pois este texto está sendo digitado ao computador.

E eu creio que a perda neuro-cognitiva é algo que nós temos que olhar de forma muito atenta e objetiva

A Perda Neuro-Cognitiva É Sutil

Em Nome do Nosso bem-estar de nossa saúde e nossa qualidade de vida.

E é por iso que, tan tarde como eu, inicie un traballo para nós persoas maiores de 50 que viven con VIH.
Pérdida neurocognitiva: quizais algo asustado
E vexa que a pesar de que soa mal ou asustado, estamos a vivir! Para algúns de nós desde un pasado moi afastado onde era literal e practicamente imposible:

Envellecemento con VIH

Pois eu ainda me lembro do olhar quase sorridente da pessoa “o profissional de saúde mental, e eu esqueci de pôr aspas nisso, talvez este seja um reflexo da perda neurocognitiva, o maldito “!profissional!” que me deu seis meses de vida e, eu creio, já superei esse prognóstico, contra todo pronóstico, em mais de quatro mil e quatrocentos por cento!

Trabalhando e pesquisando a Perda Neuroognitiva

Assim eu começo a trabalhar para vocês e para mim também, da mesma forma eu trabalho para aqueles que estão com menos de vinte, mais de vinte, trinta anos e que eu espero que também possam envelhecer, também, de uma forma melhor, mais saudável.

Oxalá Deus, menos complicada!

E, enfim, eu bem sei que, de certa forma, eu e muitos amigos e amigas, a mulher que eu amo, muitas pessoas queridas, outras que me seguem anonimamente, pois, eu bem sei, vinte por cento de meus visitantes são leais há anos, anos e anos!

E eu adoraria que eles viessem falar comigo….!

Vinte por cento

Pois isso representa mais ou menos 8 mil pessoas as quais eu sou muito grato e perante às quais eu me sinto muito, mas muito responsável quando escrevo aqui.

Por conta disso eu já fui inclusive agredido, porquê, na visão muito parecida com a de Alice no País das Maravilhas, eles acreditam que eu trabalho na doutrina do medo e, a bem da verdade, o que penso em fazer, é trabalhar sob a tutela da responsabilidade e da cautela pois, conforme eu aprendi, em uma das piores maneiras é isso:

En dúbida non o superen.

Automattic, Wordpress e Soropositivo.Org, e eu, facemos todo o que podemos para a súa privacidade. E sempre estamos a mellorar, mellorar, probar e implementar novas tecnoloxías de protección de datos. Os teus datos están protexidos e eu, Claudio Souza, traballo neste blog 18 horas ou día para, entre moitas outras cousas, garantir a seguridade da túa información, xa que sei as implicacións e complicacións das publicacións pasadas e intercambiadas. Acepto a política de privacidade de Soropositivo.Org Coñeza a nosa política de privacidade